Após atentado em Boston, Sony libera cartazes da Casa Branca em chamas

19.04.2013
Renato Marafon

Os EUA estão em pânico após o atentado à Maratona de Boston na segunda-feira (15).

Mesmo com a situação assustadora que o país se encontra, a Sony Pictures decidiu liberar hoje dois cartazes de 'O Ataque' (White House Down), que trazem a Casa Branca em chamas.

Mau gosto ou bom marketing?

Inicialmente intitulado 'Ataque à Casa Branca', a ação teve seu título alterado após a Paris Filmes lançar 'Invasão à Casa Branca' (Olympus Has Fallen).

Um agente do Serviço Secreto (Channing Tatum) é encarregado de salvar a vida do presidente dos EUA (Jamie Foxx) depois que a Casa Branca sofre ataque por um grupo paramilitar.

O enredo não tem nada de novo: É um filme de ação que se passa na Casa Branca, e é descrito como uma mistura de 'Duro de Matar' e 'Força Aérea Um'.

O roteiro custou US$ 3 milhões à Sony, um dos valores mais caros da história.

A história foi escrita por James Vanderbilt, roteirista de 'Zodíaco' e 'X-Men Origens: Wolverine'. Ele também escreveu o roteiro dos futuros lançamentos 'O Espetacular Homem-Aranha' e 'O Vingador do Futuro', e acaba de ser contratado para trabalhar no roteiro da refilmagem de 'Robocop', de José Padilha.

O blockbuster tem Roland Emmerich ('2012') na direção, e é estrelado por Channing Tatum ('Anjos da Lei', 'Para Sempre').

Jamie Foxx ('Django Livre') interpreta o presidente dos Estados Unidos. Maggie Gyllenhaal, James Woods, Richard Jenkins, Lance Reddick e Jason Clarke completam o elenco.