Will Smith revela porque desistiu de estrelar 'Django Livre'

25.03.2013
Renato Marafon

Quando 'Django Livre' (Django Unchained) foi anunciado, Will Smith estava anexado ao projeto como o protagonista, Django.

Meses antes das filmagens começar, o ator se desligou da produção, e foi substituído por Jamie Foxx ('Rio').

Em entrevista à EW, Smith revelou o motivo de não ter assinado contrato.

"Django não era o protagonista, e eu precisava desta liderança. O outro personagem era o protagonista", afirmou, se referindo ao personagem de Christoph Waltz.

"Tentei negociar com Quentin. Eu disse 'Não, Quentin, por favor, eu preciso matar o bandido!", concluiu.

Ironicamente, Christoph Waltz foi considerado um Ator Coadjuvante pelo Oscar, enquanto Jamie Foxx foi promovido como protagonista do filme.

Apesar de não aceitar participar da produção, Smith elogia o trabalho de Tarantino: "Achei brilhante, mas não era para mim".

'Django Livre' levou os Oscars de Melhor Ator Coadjuvante e Melhor Roteiro Original, e arrecadou ótimos US$ 413 milhões mundialmente.

Ambientado no sul dos Estados Unidos dois anos antes da Guerra Civil, 'Django Livre' é estrelado pelo vencedor do Oscar®, Jamie Foxx, como Django, um escravo cujo histórico brutal com seus ex-senhores o coloca cara a cara com o caçador de recompensas alemão, dr. King Schultz (o vencedor do Oscar®, Christoph Waltz). Schultz está no encalço dos sanguinários irmãos Brittle, e Django é o único que pode levá-lo à sua recompensa. O heterodoxo Schultz compra Django com a promessa de alforriá-lo assim que capturar os Brittle – mortos ou vivos.

O sucesso leva Schultz a libertar Django, embora os dois optem por não seguirem caminhos separados. Em vez disso, Schultz caça os criminosos mais perigosos do sul dos E.U.A. tendo Django ao seu lado. Aperfeiçoando suas habilidades vitais de caça, Django permanece focado em um único objetivo: encontrar e resgatar Broomhilda (Kerry Washington), a esposa que ele havia perdido para o tráfico de escravos há muito tempo.

A busca de Django e Schultz acaba levando-os até Calvin Candie (o indicado ao Oscar®, Leonardo DiCaprio), o proprietário de “Candyland”, uma fazenda abominável onde os escravos são preparados pelo treinador Ace Woody (Kurt Russell) para lutarem entre si por esporte. Explorando a fazenda sob falsos pretextos, Django e Schultz despertam a desconfiança de Stephen (o indicado ao Oscar®, Samuel L. Jackson), o fiel escravo doméstico de Candie. Suas manobras são percebidas, e uma organização traiçoeira fecha um cerco ao seu redor. Se Django e Schultz quiserem escapar levando Broomhilda, eles precisam escolher entre a independência e a solidariedade, entre o sacrifício e a sobrevivência…