'O Hobbit': Warner decide lançar o filme em 24 quadros por segundo

08.08.2012
Renato Marafon

Após a polêmica gerada pela exibição de 'O Hobbit: Uma Jornada Inesperada' em 48 quadros por segundo (fps), a Warner Bros. decidiu lançar o filme com o frame-rate típico de 24 fps.

Segundo a Variety, o resultado não agradou tanto e a distribuição em 48 quadros por segundo será limitada a alguns poucos cinemas.

Além de não ter agradado ao público que assistiu, o formato obriga as redes de cinema a adaptar suas salas para receber o novo tipo de projeção.

O estúdio revelou que irá amplicar o circuito dependendo da reação do público.

O trecho foi apresentado com uma saudação gravada do diretor Peter Jackson, que explicou um pouco a história de como a velocidade de 24 fps se tornou o padrão da indústria e por que a tecnologia de hoje permite velocidades mais altas.

Ele explicou que a velocidade de 48 fps é realmente mais próxima da forma como o olho humano vê o mundo. Jackson disse: "Como cineasta, sempre quero criar um forte senso de realidade para permitir que o público se absorva em qualquer história cinemática que estou apresentando. Filmar e projetar a 48 fps dá a ilusão de que um buraco foi aberto na parede do cinema, e você vê a história se desenrolar com um senso de realidade. É ótimo para 3D; Eu vejo as filmagens diárias em 48 fps para O Hobbit: Uma Jornada Inesperada em 3D há mais de um ano e, com a redução do efeito estroboscópico e da cintilação, torna-se uma experiência muito mais suave para os olhos. A velocidade de 48 fps não se limita apenas ao 3D. Um filme rodado em 48 fps parece fantástico quando projetado em 2D, e aceita bem a conversão para 24 fps".

Dan Fellman, Presidente de Distribuição Doméstica da Warner Bros. Pictures, afirmou: "24 fps tem sido o padrão da nossa indústria nos últimos 80 anos, então este é um avanço emocionante. Não é nenhuma surpresa que Peter Jackson, com o seu compromisso com a inovação, seja o primeiro diretor a utilizar 48 fps em grande escala. É igualmente gratificante ver a comunidade de exibidores aceitar este avanço".

O longa, previsto para ser lançado em todo o mundo a partir de 14 de dezembro de 2012, é o primeiro grande filme a ser feito com essa tecnologia de ponta de alto frame-rate.

"A aventura segue Bilbo Baggins, que é levado para uma jornada épica para recuperar o perdido reino dos anões, Erebor, do dragão Smaug. Após ser abordado pelo mago Gandalf, o Cinzento, Bilbo se une a treze Anões liderados pelo guerreiro lendário, Thorin Escudo-de-Carvalho. Esta jornada vai levá-los para o selvagem; por terras traiçoeiras repletas de Goblins e Orcs, lobos mortais, aranhas gigantes, metamorfos e feiticeiros.

Embora seu objetivo encontra-se ao leste, na Montanha Solitária, primeiro eles devem fugir pelos túneis dos Goblins, onde Bilbo encontra a criatura que vai mudar sua vida para sempre ... Gollum.

Aqui, sozinho com Gollum, nas margens de um lago subterrâneo, o despretensioso Bilbo Baggins descobre profundezas da malícia e coragem, e ganha a posse do "precioso" anel de Gollum, que mantém qualidades inesperadas e úteis ... Um simples anel de ouro, que está ligado ao destino de toda a terra-média de maneiras que Bilbo não consegue nem começar a compreender".

Ian McKellen retorna como Gandalf, o Cinza, mesmo personagem que interpretou na trilogia 'O Senhor dos Anéis' e Martin Freeman, que ganhou recentemente o BAFTA TV Award de Melhor Ator Coadjuvante por seu papel na série da BBC “Sherlock” fará o protagonista Bilbo Baggins. Também repetindo seus papéis nos filmes “O Senhor dos Anéis” estão: Cate Blanchett como Galadriel; Orlando Bloom como Legolas; Ian Holm como o ancião Bilbo; Christopher Lee como Saruman; Hugo Weaving como Elrond; Elijah Wood como Frodo; e Andy Serkis como Gollum. Completando o elenco estão Richard Armitage, Jed Brophy, Adam Brown, John Callen, Stephen Fry, Ryan Gage, Mark Hadlow, Peter Hambleton, Stephen Hunter, William Kircher, Sylvester McCoy, Bret McKenzie, Graham McTavish, Mike Mizrahi, James Nesbitt, Dean O’Gorman, Lee Pace, Mikael Persbrandt, Conan Stevens, Ken Stott, Jeffrey Thomas, e Aidan Turner.

O primeiro filme, intitulado 'O Hobbit: Uma Jornada Inesperada' tem previsão de estreia para 14 de dezembro de 2012. O segundo filme, que recebeu o nome de 'O Hobbit: Lá e de Volta Outra Vez' está previsto para 13 de dezembro de 2013.

O orçamento ficou na casa dos US$ 250 milhões para cada filme.